Agricultura biológica

A agricultura biológica é um sistema de produção que promove e melhora a saúde do ecossistema agrícola, incluindo a biodiversidade, os ciclos biológicos e a actividade biológica do solo. A agricultura biológica baseia-se numa série de princípios, assim como em práticas comuns, desenvolvidas para reduzir o impacto humano sobre o meio ambiente e para assegurar que tudo funcione da forma mais natural possível.

PT-BIO 08
PT-BIO 08

“Aqui, na Azeitona Verde, o “biológico ou natural” não é apenas uma frase feita.”

Agricultura Biológica

Para nós, é um modo de vida que nos orienta na forma como trabalhamos, produzimos os nossos produtos ou protegemos o meio ambiente. E é um compromisso que levamos muito a sério e com todo o rigor, pois acreditamos que a saúde e o bem-estar têm que vir sempre em primeiro lugar.
O que diferencia a agricultura biológica da convencional? A primeira trata o solo e a segunda as plantas. O solo é de extrema importância pois é um sistema que está relacionado com tudo o que existe em seu redor, seja acima ou abaixo dele. Quando esta relação é alterada por meios químicos, todo o equilíbrio se altera.
Nós acreditamos que de um solo saudável e bem tratado, nascem plantas e frutos igualmente saudáveis, e este é o pilar da nossa produção.

Venha connosco nesta experiência, onde esperamos levá-lo a apaixonar-se, também, por um mundo mais natural.

Agricultura Biológica

Como quinta biológica, temos os seguintes princípios

Preservar e manter o meio ambiente envolvente, minimizar a degradação e a erosão do solo, assegurar, a longo prazo, a fertilidade do solo e optimizar as condições de actividade biológica dentro do mesmo. Manter a diversidade biológica, prestar cuidados que promovam a saúde e o bem estar dos animais, preparar produtos biológicos com integridade biológica e suas qualidades essenciais, reciclar materiais e recursos, à medida do possível dentro da empresa e, claro, diminuir a poluição.

Promovemos

O aproveitamento dos recursos locais, tais como o uso do estrume animal, restos da lenha de poda triturada, para utilizar como fertilizante, rotação de culturas, policultura e o recurso exclusivo a adubos verdes.

Aqui não entram

Herbicidas, pesticidas e fertilizantes de síntese ou organismos geneticamente modificados.

“Os métodos de agricultura biológica, muitas vezes, envolvem mais trabalho, mas têm um menor impacto sobre o meio ambiente ao seu redor.”
“E é por isto que nós gostamos do que é natural!”
Porque gostamos da nossa terra e do que é nosso! Da fruta e legumes da estação, de azeite biológico português virgem extra, de árvores milenares, da tradição, de pão com sabor a pão, das abelhas, da chuva e frio de Inverno e do calor do Verão, da comida caseira, de produtos locais e artesanais, de ver as estrelas no céu e galinhas criadas ao ar livre, de poejos e hortelã da ribeira, de água fresca e límpida e do chilrear dos pássaros.