6 coisas que precisam de saber se vão começar a comprar ou consumir produtos biológicos

Jan 30, 2018 | Aprenda, Blogue

Se foi este ano que tomaram a decisão de começar a consumir produtos biológicos aqui ficam algumas sugestões do que precisam de saber.

salvar o solo

1. O que é ser biológico?

Um produto só é biológico, se for livre de substâncias químicas como herbicidas, pesticidas e adubos de síntese e certificado por uma das onze entidades competentes que existem, podem consultar em DGADR .

2. Qual a sua origem?

A única diferença é ser proveniente da agricultura feita em modo biológico, desenvolvida em solos limpos, livre de pesticidas e adubos artificiais, respeitando as boas práticas agrícolas e rejeitando sementes transgénicas. Para sua garantia, a produção e comercialização é supervisionada pelos organismos de controlo, que realizam testes, quer nas explorações agrícolas, quer no mercado.

3. Quem está autorizado a vender biológico como frutas, legumes, mercearias ou granel?

Comprar com confiança, só em estabelecimentos detentores de licença, emitida pela Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural. Se houver produtos a granel, estes têm de estar acompanhados do certificado do organismo de controle, se não estiver visível peça.

4. Como saber se é biológico e certificado?

Nos produtos embalados, procure o logotipo de identificação, cuja cor de fundo pode ser verde, branca ou preta, e que inclui a sigla do país de origem e o código da entidade certificadora, se for nacional. Em Portugal existem 11 entidades certificadoras que vão do numero 1 até ao numero 11. 

salvar o solo
salvar o solo

5. Onde comprar?

Num tempo em que tanto se “divide para reinar”, a alimentação não escapa aos interesses comerciais, que se atravessam no horizonte da produção sã e consciente, sem cerimónias. Nem tudo o que se vende é de confiança, mas nem tudo o que se diz nos media é verdade. Há que escolher o lugar certo para adquirir biológicos ou comprar aos produtores. Consultem os mercados Agrobio e pontos de venda no Guia do Consumidor e experimentem ir ao “Dia Aberto”, organizado pela Associação nas últimas 5ªs feiras de cada mês.

6. Onde comer?

Pois aqui é que a coisa se complica quando abundam restaurantes que se colam ao biológico e que depois afinal de produtos biológicos não têm nada e acabam por fazer as compras nas grandes superfícies de abastecimento como qualquer restaurante normal. Aqui como em tudo vale a pena ser um consumidor informado e se está a pagar por uma comida que pensa que é biológica então veja se esta é realmente verdadeira. Em Portugal a certificação aos restaurantes é feita por uma das onze entidades certificadoras a Certilplanet, os restaurantes certificados devem ter em exposição o certificado (atenção que em restauração não é utilizado o símbolo que é usado nos produtos biológicos), esta certificação pode ter diferentes níveis de classificação consoante se o restaurante utiliza todos os produtos biológicos, ou só alguns. Infelizmente para nós em Portugal são muito poucos quase nenhuns os restaurantes biológicos, por exemplo na zona da Grande Lisboa só existe apenas um mas para nossa sorte este tem a classificação máxima ou seja quem o visita tem a garantia que é tudo biológico chama-se The Crú e fica em Oeiras.